Eco-guia para vegetais mais verdes

São mais de 300 os pesticidas permitidos na agricultura convencional. Alguns, quando combinados, são capazes de produzir um verdadeiro cocktail de efeitos nocivos à saúde. Portanto, para o seu bem e para o bem do planeta, opte pelo biológico. Por  Lucy Siegle/The Guardian

Sopa de alho francês, batata e cebola. Tudo vegetais que ninguém associaria, à partida, a uma refeição pouco saudável. E, no entanto, dados revelados recentemente

sobre pesticidas e culturas sazonais por fontes oficiais do Reino Unido mostram que podemos estar perante um cocktail de efeitos, no mínimo, preocupantes. O número de diferentes componentes activos presentes nos pesticidas usados na cultura de vegetais aumentou entre 6 e 18 vezes desde os anos 60. Os toxicologistas referem um efeito cocktail, pois embora cada pesticida possa estar individualmente certificado em termos de segurança alimentar, o seu efeito cumulativo nunca foi testado.

O mais aconselhável mesmo é trocar os produtos provenientes da agricultura convencional pelos de origem biológica. Tomando como exemplo o sistema de cultivo orgânico no Reino Unido, certificado pela Soil Association, apenas são permitidos 15 pesticidas (derivados de ingredientes naturais e usados em circunstâncias estritamente regulamentadas). Na agricultura convencional este número é de 320.

Comer é também um acto “agro-cultural”. E, embora não seja de esperar que cada um de nós plante os seus próprios vegetais, temos urgentemente de pensar em passar a consumir produtos biológicos. Para o nosso bem e para o bem do planeta.

Outros estudos mostram que as frutas e legumes têm vindo a perder valor nutritivo, com uma diminuição da presença de ferro, cálcio e magnésio. Este facto é atribuído à agricultura intensiva, com a sua aposta em variedades capazes de dar maior rendimento e a um ritmo mais acelerado, levando à produção de produtos mais pobres em nutrientes.

Isto implica que há que ser mais exigente e informado sobre a fruta e legumes que cada um consome. É importante ter informação sobre o sistema de cultivo, a sua diversidade e respectivo impacto nos solos – tudo perguntas que ninguém tem tempo de fazer quando vai ao supermercado. Coloco agora as minhas esperanças na tecnologia. A Soil Association ligou-se à Provenance na criação de uma app para telemóveis capaz de nos dar, à distância de um botão, informação sobre toda a cadeia alimentar. Vale a pena dar uma vista de olhos na aplicação. Trata-se de um desenvolvimento que não podia ter chegado em melhor altura. ●

(ver mindmatters magazine)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s